No início da tarde desta segunda-feira (16), uma ventania causou destruição em Xinguara, região sul do Pará. Os ventos fortes destruíram a estrutura de um hangar e de uma cerâmica localizados às margens da PA279, sentido Tucumã.

No hangar várias aeronaves que estavam estacionadas foram atingidas por partes da estrutura metálica do telhado que desabou. Já na Cerâmica, vizinha ao hangar, os prejuízos ainda estão sendo contabilizados pelo proprietário, o local ficou totalmente destruído. A estrutura que desabou atingiu máquinas, até mesmo um poste de energia elétrica desabou.

De acordo com o proprietário da cerâmica, Rosivaldo Machado, no momento da ventania não haviam funcionários no local, ele lamenta o ocorrido. “A ventania começou por volta das 16h, à sorte que não estávamos funcionando porque por problemas na energia elétrica. O prejuízo foi muito grande, agora vamos contabilizar e trabalhar para reconstruir o que foi danificado” disse.

Apesar da destruição das estruturas nos dois locais, ninguém ficou ferido. (Por/Conexão Pará)

Cerâmica destruída pela ventania

Vereador é assassinado com 3 tiros (Foto: Arquivo Pessoal) Dois homens em uma moto executaram o vereador de Pau D’Arco .

O vereador Manoel Francisco Soares de Almeida, conhecido por Nem da Marajoara, de 43 anos, foi assassinado a tiros por volta das 20 horas deste sábado,14 , num bar do município Pau D`Arco (PA). Ele era natural de Pimenteiras (PI).

Segundo informações preliminares, dois homens usando capacetes numa moto chegaram e atingiram o vereador com 3 tiros.

Manoel foi eleito pela coligação “Unidos com o Povo”, na chapa liderada pelo prefeito à reeleição, Maurício Cavalcanti.

Nem ficou na 7ª colocação com 189 votos (3,10%). 9 vereadores foram eleitos no município.
A Polícia Civil vai investigar o crime. Manoel Francisco deixa esposa e quatro filhos, sendo três meninas e era natural da cidade de Pimenteira, no Piauí. ( Dol com informações do blog de Otávio Araújo)

Um avião de pequeno porte com duas pessoas caiu no garimpo do Creporizão, próximo ao município de Itaituba, sudoeste do Pará, por volta das 12h45 desta quarta-feira (11).

Segundo o Corpo de Bombeiros, o piloto, de nome ainda não identificado, morreu na hora. O outro passageiro foi socorrido por populares e levado para Itaituba. Ainda segundo os Bombeiros, a área é de difícil acesso.

De acordo com o comandante do 7º Grupamento Bombeiro Militar de Itaituba, coronel Tito da Silva Azevedo, o piloto e o passageiro levavam ferramentas na aeronave, que perdeu o controle enquanto decolava.

O Primeiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa I), órgão regional do CENIPA (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), informou, em nota, que vai realizar a ação inicial do processo de investigação do acidente envolvendo a aeronave de matrícula PT-LSC.

Segundo o Seripa I, no processo de investigação são feitos registros fotográficos, partes da aeronave são retiradas para análise, relatos de testemunhas e documentos são colhidos. De acordo com o órgão, a investigação tem o objetivo de prevenir que novos acidentes com as mesmas características ocorram e terá o menor prazo possível, dependendo, dentre outros motivos, da complexidade do acidente. (G1/PA)

Foto: Reprodução

O Grupo Executivo de Mercado e Preços da Petrobras definiu novo reajuste do gás liquefeito de petróleo (GLP) para uso residencial, vendido em botijões de até 13 quilos (GLP P-13), conhecido como gás de cozinha. O aumento será, em média, de 12,9% e começa a vigorar Hoje dia (11).

A Petrobras informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que o aumento, calculado de acordo com a política de preços divulgada em junho deste ano, reflete “principalmente, a variação das cotações do produto no mercado internacional”. A companhia acrescentou que, como a legislação brasileira “garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas nas refinarias podem ou não se refletir no preço final ao consumidor”. O impacto no consumo dependerá de repasses por distribuidoras e revendedores, advertiu.

A empresa destacou que o ajuste não tem incidência de tributos. Caso seja repassado integralmente aos preços ao consumidor final, a estimativa é que o preço do botijão de GLP P-13 suba em torno de 5,1%, em média, ou cerca de R$ 3,09 por botijão, informou a Petrobras. O último reajuste foi feito em 26 de setembro.

Uma grande carreata convocada pela Associação Empresarial de Ourilândia do Norte (AEON) reuniu um grande numero de carros e motos e mais de mil pessoas. As manifestações, segundo o presidente da AEON, Mauri, temo objetivo de reunir imagens para juntar à defesa da Vale no Judiciário, demonstrando que a população é contra a paralisação das atividades da Onça Puma e que isso traria um prejuízo muito grande ao município.

Apesar da suspensão da ordem de fechamento da indústria da Mineração Onça Puma, por liminar do desembargador plantonista no último fim de semana no Tribunal Federal da 1ª Região (TRF1), João Batista Moreira, a cidade de Ourilândia do Norte continua numa espécie de vigília em defesa do empreendimento de exploração de níquel pertencente à empresa Vale. Depois da interdição da PA-279, na manhã de ontem (9), empresários, trabalhadores e representantes da classe política participaram há pouco de uma carreata pelas ruas da cidade, que terminou em um ato público contra a paralisação das atividades da mineradora, que ainda está acontecendo neste instante (19h40).

Segundo Mauri, a interdição da rodovia na manhã desta ultima segunda-feira já surtiu efeitos práticos, levando o Ministério Público Federal (MPF) a chamar o prefeito Romildo Veloso e Silva (PSD) e o Jurídico da prefeitura e da Vale para uma reunião na manhã de hoje (10). Até agora, não se sabe o teor do que foi discutido na reunião e que resultados práticos podem vir dessa conversa. Mas, na avaliação do presidente da entidade empresarial de Ourilândia, só a convocação da prefeitura e da Vale já foi um avanço.(Com informações de Amauri)

Cidadãos ourilandenses, à Associação Empresarial de Ourilândia, convidar a todos os Empresários, funcionários públicos e privados e população de modo em geral para participar de uma grande CARREATA CONTRA O FECHAMENTO DA VALE EM NOSSO MUNICÍPIO, Será hoje 10/outubro/2017, a partir das 16:00Hrs. Concentração e partida, da Praça de Eventos Odília Borges,Participe.

Desde ontem (9), 37 municípios e dois Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs) do Pará começaram a receber, por meio do programa Mais Médicos, 67 profissionais brasileiros formados no exterior. Os médicos fazem parte dos cerca de 1.400 brasileiros que aderiram ao último edital do projeto. Com esse reforço, somando também aqueles com diplomas do País, já são 8.316 brasileiros no programa, o que representa 45,6% do total. No Estado do Pará, 777 médicos já atuam pelo Mais Médicos.

Belém é o município do Estado que vai receber o maior número de médicos, com cinco vagas no total. Com atuação de quatro novos profissionais, cada, aparecem Oriximiná e Uruará. No grupo que receberão três médicos estão Ipixuna do Pará, Medicilândia, Ourilândia do Norte e Ulianópolis; e com dois, Água Azul do Norte, Chaves, Marabá, Paragominas, Parauapebas, Porto de Moz, Primavera, Redenção e os DSEIs Kaiapó do Pará e Guamá-Tocantins.

Fecham a lista dos municípios paraenses que passam a contar com mais um profissional do Mais Médicos Abaetetuba, Alenquer, Altamira, Anapu, Aurora do Pará, Bagre, Canaã dos Carajás, Dom Eliseu, Igarape-Miri, Jacundá, Marituba, Melgaço, Nova Ipixuna, Ourém, Rondon do Pará, Rurópolis, Salvaterra, Santa Maria do Pará, Santana do Araguaia, São Felix do Xingu, São João da Ponta e São Sebastião da Boa Vista.

A prioridade do Ministério da Saúde é ampliar a participação nacional, tornando a iniciativa mais independente e garantindo atendimento médico à população. O número de médicos brasileiros participantes do programa aumentou 44% em menos de um ano. “Estamos avançando e tenho certeza que vamos oferecer mais qualidade na saúde e na atenção básica com a participação desses novos profissionais”, ressaltou o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Essa é a segunda fase do edital. A primeira foi voltada exclusivamente aos médicos brasileiros formados no país. Esses novos profissionais iniciam as atividades em Unidades Básicas de Saúde a partir da próxima segunda-feira em cerca de 800 municípios de 25 estados e do Distrito Federal, além de 8 DSEIs. Juntos, eles devem atender 4,8 milhões de pessoas. Ao todo, foram 1.985 inscritos, mais de um candidato por vaga.

Durante o mês de setembro, os novos médicos passaram pelo módulo de acolhimento realizado em Brasília (DF), com oficinas educacionais sobre temas diversos, como legislação referente ao Sistema Único de Saúde (SUS), protocolos clínicos de atendimento do SUS, língua portuguesa e código de ética médica. Por fim, os intercambistas realizaram uma avaliação de conhecimento, necessária para a aprovação do profissional participante.

Mensagens e fotos compartilhadas nas redes sociais, nesta segunda-feira (9), afirmavam que o prefeito do município de Novo Repartimento, Deusivaldo Silva (PMDB), sudeste paraense, havia morrido dentro de um carro “crivado” com marcas de tiros. No entanto, a informação é falsa e fez com que o gestor tivesse que se explicar e informar que estava vivo.

Deusivaldo, conhecido como “Amizade”, está no décimo mês de governo. Segundo assessores, o gestor está em em Brasília (DF) em busca de recursos para o município e se reunindo com bancadas paraenses.

O prefeito ficou surpreso com a “notícia” da própria morte e tratou de desmentir o boato nas redes sociais. (DOL)