Passados cinco anos, a Lava-Jato colocou atrás das grades empresários, políticos de vários partidos e até um ex-presidente da República, além de recuperar cerca de R$ 15 bilhões.

Mas a operação ainda não aprofundou as investigações de subsidiárias da Petrobras, como a BR Distribuidora, e em outras obras, como da Hidrelétrica de Belo Monte.

Estes são alguns dos alvos a serem perseguidos agora, informa o jornal O Globo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>