Os dízimos e ofertas dos fiéis de uma igreja na cidade de Portland, no estado do Oregon (EUA) estão sendo usados para um projeto social que dará casas a moradores de rua que estejam na intenção de recomeçarem suas vidas.

A igreja Central Church of the Nazarene (“Igreja Central do Nazareno”, em tradução livre), projetou e está construindo 15 pequenas casas em um terreno de sua propriedade – que possui 44 mil m². As casas são pequenas, com 29 m² e vêm sendo chamadas de “cápsulas”.

O projeto, chamado “Agape Village”, tem como principal propósito ajudar em uma triste realidade da cidade onde a igreja está sediada, já que há um grande número de pessoas em situação de rua em Portland, prejudicadas pelas crises econômicas, aumento do preço do aluguel ou dependência química.

“Tudo começou com o desejo da igreja de amar mais efetivamente a Deus e ao próximo”, afirmou o pastor Matt Huff, em entrevista ao portal The Christian Post. “Há pessoas vivendo em barracas em todo o lugar. Eles são nossos vizinhos. Como podemos envolvê-los e amá-los e não apenas expulsá-los?”, questionou.

Huff explicou também que a iniciativa de sua igreja foi inspirada no trabalho que outras igrejas da região fizeram ao longo dos anos. A construção das casas começou no ano passado, com mão de obra voluntária de fiéis que usam a sexta ou o sábado para dar andamento à obra.

A estrutura das casas é bastante simples: elas terão baterias solares que permitirão aos beneficiados recarregarem seus celulares, mas as instalações não terão encanamento ou eletricidade. A ideia é que a vila tenha uma área comum central, com cozinha, banheiros e chuveiros, que permitirão aos moradores um mínimo de conforto.

A expectativa é que a Ágape Village seja inaugurada oficialmente entre junho e julho, e os beneficiados pelo projeto serão selecionados a partir de um processo de triagem. Eles deverão seguir regras básicas, como permanecer sem consumir álcool ou drogas, sem praticar roubo ou se envolver em situações violentas. Além disso, para garantir a permanência no projeto, eles deverão usar parte do dia em trabalho voluntário para o melhoramento da comunidade.

O pastor admitiu que os beneficiados serão incentivados a participar dos cultos semanais, mas não obrigados. Huff explicou que o projeto quer não apenas oferecer abrigo, mas possibilitar uma mudança de vida: “A ideia é que essa moradia seja transitória e que eles estejam trabalhando para algo”, enfatizou, acrescentando que cada um dos beneficiados receberá auxílio na busca por um emprego.

Enquanto as obras não ficam prontas, os responsáveis pelo “Agape Village” estão formando parcerias com várias organizações, como um hospital local, para fornecer serviços como aconselhamento e reabilitação de drogas e álcool. Matt Huff garantiu que já há pelo menos 15 organizações externas e outras igrejas que fizeram parceria com o projeto, e um jantar beneficente realizado recentemente levantou cerca de US$ 11 mil para ajudar a custear as despesas. Por Gospel Mais

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>