Por / Luciano Costa Reuters A Justiça determinou a paralisação imediata das atividades de mineração Onça Puma, uma operação de níquel da Vale no Pará, após decisão da 5ª turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

A corte disse que a suspensão deve valer até que seja comprovada a implantação do plano de gestão econômico e ambiental e das demais medidas compensatórias em favor das comunidades indígenas afetadas segundo nota oficial. O julgamento aconteceu na quarta-feira.

Também foi determinado pelo TRF-5 que a Vale deposite um salário mínimo mensal por membro de cada aldeia afetada pelo empreendimento.

Em caso de descumprimento da decisão, a Vale estará sujeita a pagamento de multa diária de 100 mil reais, disse o TRF-5.

A ação contra o empreendimento foi movida pelo Ministério Público Federal, que entendeu que a unidade estaria em operação sem atender todas condicionantes previstas em seu processo de licenciamento.

Não foi possível contatar um porta-voz da Vale para comentar imediatamente o assunto.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>