Câmara de vereadores de Jacundá afasta o prefeito municipal José Martins de Melo Filho (PMDB), por 180 dias, dos 13 vereadores, 12 votaram a favor do afastamento do prefeito, e um não compareceu na sessão extraordinária.

No dia 21 de julho de 2017, o cidadão Thiago Borges de Oliveira apresentou à Câmara Municipal de Jacundá uma denúncia de crime de responsabilidade. Com isso, o presidente da Câmara, Lindomar dos Reis Marinho, resolveu colocar o assunto em votação e os vereadores decidiram instaurar uma Comissão Processante.

O relatório aponta que além de denunciar, o munícipe apresentou provas de suas afirmações. Entre os problemas encontrados, estão ilegalidade do contrato de locação de imóvel onde funciona o Fundo Municipal de Assistência Social e do Programa Bolsa Família; superfaturamento dos preços na aquisição de peças para veículos automotores; a não configuração da emergência administrativo-financeiro suscitada no decreto municipal nº 002/2017; dos contratos celebrados mediante a dispensa de Licitação sob a égide do Decreto Municipal 002/2017; das contratações por inexigibilidade de licitação da não prestação do serviço; e da falta de transparência e ausência de informações no Mural de Licitação”.

Zé Martins deverá ser notificado da decisão da Câmara ainda nesta quarta-feira e seu vice, pecuarista Ismael Gonçalves Barbosa (PSDB), de 53 anos, vai assumir o cargo em seguida. (Tiago Araújo , com informações do  o Portal de Carajás)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar HTML tags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>