“Entendem-se por educação ambiental os processos por meio dos quais o indivíduo e a coletividade constroem valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do meio ambiente, bem de uso comum do povo, essencial à sadia qualidade de vida e sua sustentabilidade.

Falar em Educação Ambiental é falar de hábitos e atitudes. Mudar isso não é uma coisa fácil, uma vez que a mudança deve ser espontânea e vir de dentro para que ela possa, de fato, ocorrer. É necessário desenvolver no homem uma consciência crítica sobre as questões ambientais, e de atividades que levem à participação das comunidades na preservação do equilíbrio ambiental.

Relacionar possíveis mudanças no processo de intervenção no ambiente com uma nova abordagem educacional. Propor soluções para problemas ambientais. Propor políticas públicas voltada para conscientização da população. Construir uma ação pedagógica onde serão desenvolvidos projetos nas escolas com clareza da necessidade do trabalho com temas referente ao meio ambiente com as crianças, jovens e adultos. É necessário que percebam que tudo que está a sua volta faz parte do ambiente. Pressupostos de Freire terão que ser transportado para a Educação Ambiental, valorizando o processo de conscientização, em que a mútua aprendizagem pelo diálogo, reflexão e ação contribuirá para mudanças significativas em relação ao meio ambiente. Por/ Edileuza Lima