A Ação Civil Pública (ACP) ajuizada pelo Instituto Ibero-Americano da Empresa contra o IRB (IRBR3) foi extinta.

A informação consta em comunicado enviado ao mercado na manhã desta quarta, 21, pelo IRB.

Em decisão de 20 de outubro de 2020, a juíza da 2ª Vara Empresarial e de Conflitos de Arbitragem do Tribunal de Justiça de São Paulo extinguiu a ACP sem resolução de mérito.

A decisão foi tomada após manifestação apresentada pelo Ministério Público do Estado de São Paulo, que opinou pela extinção da ACP em razão da ilegitimidade do Instituto.

A referida decisão encerra a discussão judicial travada no âmbito da ACP acerca da necessidade de o IRB oferecer garantia no valor de R$ 1 bilhão.

O Instituto Ibero-Americano da Empresa já havia desistido da Ação Civil Pública que havia ajuizado há quatro meses contra o IRB.