Crédito: Wilson Soares

Na manhã desta quarta-feira, 25, o Ministério Público e a Polícia Federal cumprem sete mandados de busca e apreensão na sede da prefeitura de Altamira para investigar fraude em licitações com indícios de superfaturamento.

Além da prefeitura, a operação “Prenúncio” faz buscas em casas e uma empresa ligada ao ramo da pavimentação. A estimativa é que a fraude nas licitações tenha dado um dano de mais de R$ 10 milhões aos cofres públicos.

Segundo a PF, a investigação começou em 2014 ao analisarem licitações para obras em que uma única empresa vencia os certames, sem nenhuma concorrência.

Por/ Roma News